Práticas recomendadas de SEO

Por Guilherme Teres dia em sem categoria

Práticas recomendadas de SEO

Práticas recomendadas de SEO

Se você está vendendo ou pretende vender produtos online, seu site precisa ser facilmente encontrado por seus clientes ou potenciais clientes. Isso significa que aparecer nas primeiras posições do Google deve ser sua meta. Seria um verdadeiro desastre ter os melhores produtos e não conseguir alcançar seu público.

É aí que o SEO pode ajudá-lo. Com ele é possível ter uma classificação mais alta nos motores de busca da internet e, assim, tornar seu site visível para o seu público alvo. Quanto mais tráfego você obtiver, maior a probabilidade de fazer conversões. Nesse artigo vamos sugerir algumas práticas de SEO para ajudar você a otimizar sua loja virtual e impulsionar as vendas.

Escolha palavras-chave eficientes

Aproveite seu tempo para fazer algumas pesquisas de palavras-chave e escolha aquelas que se encaixam em seu negócio. Palavras-chave muito procuradas podem realmente ajudá-lo a ter uma classificação alta em nichos específicos onde seus concorrentes ainda não estão.

Essa seleção deve ser baseada nas pesquisas mais frequentes do seu nicho de mercado. Esses termos relacionados ao seu negócio podem atrair o tipo de tráfego que você procura e aumentar sua taxa de conversão. Pense em palavras de consultas do usuário. As pessoas são bastante específicas e digitam termos de conversação quando estão procurando algo.

Use palavras-chave estratégicas em texto âncora

Usar um texto âncora para impulsionar o seu SEO é uma boa opção. Sua loja virtual deve estar repleta de links apontando para suas páginas. Então, você precisa otimizar sua âncora para maximizar seu potencial. Você pode usar palavras-chave estratégicas para as quais deseja classificar.

Obviamente, você não deve usar as mesmas palavras-chave para todos os seus textos âncora, a fim de evitar ser penalizado pelo Google. A inclusão de links de palavras-chave importantes nas descrições de seus produtos também pode levar os visitantes às páginas de produtos semelhantes que você deseja enviar.

Evite conteúdo duplicado

Quando o assunto é site, o conteúdo duplicado torna-se um inimigo. As lojas virtuais enfrentam frequentemente esse problema porque lidam com muitas descrições de produtos. E essas descrições são geralmente dadas por um vendedor, fabricante ou distribuidor que repassa esses dados para diferentes sites.

Assim, os sites de comércio eletrônico acabam exibindo descrições iguais, sem nenhuma diferença. Além disso, as opções de filtro e categoria podem levar a problemas de conteúdo duplicados porque esses filtros criam URLs diferentes com o mesmo conteúdo. Portanto, o melhor a fazer é criar descrições detalhadas com palavras diferentes da original, sem perder as características principais do produto.

Outra dica é fazer descrições chamativas para causar um grande impacto na sua taxa de conversão. É por isso que você deve evitar usar descrições de produtos do fabricante. Mantê-los únicos e atraentes com palavras-chave relevantes vai torná-los mais amigáveis ​​para o Google.

Otimize as imagens do seu produto

Lojas virtuais dependem das imagens que exibem dos produtos. Elas são um fator essencial da venda. Suas imagens devem ter alta qualidade e serem únicas. Mas ter ótimas fotos não é suficiente, especialmente se você quiser que os robôs da internet as encontrem.

As imagens têm um grande potencial de SEO, pois os resultados de pesquisa do ‘Google Imagens’ podem direcionar muito tráfego para o seu site. Verifique se você preencheu a tag ALT. Trata-se de uma descrição em que você pode adicionar palavras-chave valiosas relacionadas ao seu negócio.

Otimize sua URL para rastreamento de mecanismos de pesquisa

URLs (endereços das páginas) são mais importantes para o seu SEO do que parecem ser. URLs otimizadas podem realmente ajudar os robôs dos mecanismos de busca a encontrar e rastrear sua loja virtual para saber do que se trata. Estruturas de URLs adequadas facilitam a indexação do site.

Por outro lado, URLs eficientes podem informar seus visitantes sobre a sua página e melhorar sua experiência. Além disso, uma boa experiência do usuário mantém o público mais tempo no seu site. Isso representa chances adicionais de convertê-los em clientes. Não pense apenas no seu SEO para os mecanismos de busca, mas também na experiência do usuário!

Verifique se o tráfego está convertendo em vendas

Embora o crescimento do tráfego seja uma coisa, converter essas visitas em vendas é outra. Você precisa verificar se os visitantes regulares estão se transformando em compradores. O Google Analytics pode ajudar você a analisar seu tráfego e identificar pontos de melhorias. Assim, você pode determinar de onde vem o tráfego, os dispositivos usados, as pessoas com maior probabilidade de conversão, conversões geradas por meio de SEO, etc.

Melhorar a usabilidade

Facilite a navegação no seu site. O pior erro seria não oferecer um caminho claro de navegação. Não se esqueça de vincular suas páginas de produtos à sua página inicial e oferecer páginas de destino relevantes. Isso também ajudará os robôs a indexar sua loja virtual.

Evite links quebrados

Com certeza, você quer oferecer a melhor experiência possível aos seus visitantes. Portanto, clicar em uma página específica e cair em uma “página 404 não encontrada” certamente não é o resultado que você estava esperando. É por isso que ter links quebrados é uma ideia terrível. Para evitar isso, o ideal é executar rastreamentos regulares para detectar se há problemas com o 404. Ter muitos deles pode ser um desastre para o seu negócio.

Deixe seu comentário aqui: